terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

PROCESSO CONTRA CUNHA VOLTA A ESTACA ZERO NO CONSELHO DE ÉTICA

Processo contra Cunha volta a estaca zero no Conselho de Ética

O vice-presidente do Conselho de Ética da Câmara, Waldir Maranhão deu parecer favorável ao recurso contra o relatório do deputado Marcos Rogério (PDT-RO), que era favorável a continuidade do processo contra o deputado Eduardo Cunha. Com isso, o processo voltou a estaca zero.

Maranhão acolheu recurso feito pelo deputado Carlos Marun (PMDB-MS) que questionava decisão do colegiado de negar pedido de vista feito por parlamentares aliados de Cunha no ano passado.

Agora, Cunha poderá apresentar uma nova defesa prévia ao Conselho de Ética. Em seguida, o relator terá que apresentar novamente seu parecer e reabrir a discussão. Já os deputados terão o direito de pedir vista antes da votação, o que pode atrasar ainda mais a decisão sobre o início das investigações.

Essa é a segunda vez que uma decisão de Waldir Maranhão beneficia Cunha. No dia 9 de dezembro, ele determinou a substituição do primeiro relator do processo, o deputado Fausto Pinato (PRB-SP), que havia apresentado parecer pela continuidade das investigações.

Ele alegou que o deputado de São Paulo não poderia conduzir o processo por pertencer ao PRB, partido que integrou o bloco do PMDB na eleição para presidente da Câmara. Pinato foi substituído por Marcos Rogério, que apresentou novo relatório pelo prosseguimento do processo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário