segunda-feira, 14 de setembro de 2015

AGENOR NETO PODE IR PARA O PSD

Agenor é disputado pelo PSD e PSDB

 
 
agenor
O deputado estadual Agenor Neto não anda satisfeito com o PMDB e poderá se transferir para o PSD ou PSDB e concorrer, em 2016, à Prefeitura de Iguatu. Agenor não fala sobre o assunto, mas, nos bastidores da Assembleia Legislativa, surgiram, na manhã desta segunda-feira (14/09), indícios fortes sobre o desejo de Agenor sair do PMDB.
 
Um dos convites partiu do senador Tasso Jereissati para Agenor Neto voltar ao ninho tucano. Outro convite partiu do PSD. Agenor que, em 2002, se elegeu para o primeiro mandato na Assembleia Legislativa, construiu carreira no PSDB e exerceu dois mandatos na Prefeitura de Iguatu – elegeu-se, em 2004, e foi reeleito em 2008.
 
Em 2014, pelo PMDB, voltou à Assembleia Legislativa, mas, na Região Centro Sul, ajudou o candidato do PSDB à Presidência da República, Aécio Neves. O elo de ligação com os tucanos permanece e, por essa razão, Agenor recebeu o convite do senador Tasso Jereissati para voltar ao PSDB.
 
Outro convite, também, surgiu no caminho de Agenor Neto: a prefeita de Tauá e presidente da Executiva Regional do PSD, Patrícia Aguiar, o quer como companheiro de partido. Agenor nada decidiu, não tem pressa para a definição de rumos na política.
 
Enquanto isso, o senador Eunício Oliveira começa a semana com o desafio de conter a migração de deputados estaduais do PMDB para outras siglas.
 
Durante o final de semana, Eunício comandou encontro do PMDB na Região Norte, onde lançou a pré-candidatura do professor Oscar Rodrigues, pai do deputado federal Moses Rodrigues (PPS), à Prefeitura de Sobral e fez críticas aos irmãos Cid e Ciro Gomes, a quem classificou de predadores de partidos. Os dois estão a caminho do PDT. Há poucos dias, em entrevista ao Jornal Alerta Geral, Eunício havia usado a mesma expressão quando perguntado sobre a saída de Danilo Forte do PMDB. Agora, o desafio é conter defecções na bancada estadual do PMDB.

Nenhum comentário:

Postar um comentário