sábado, 4 de julho de 2015

DE OLHO EM 2018

PSDB reelege Aécio de olho em 2018

O PSDB realiza, neste domingo (05/07) em Brasília, a sua convenção nacional para reeleger o presidente da Executiva, Aécio Neves, para mais dois anos de mandato. É uma das convenções mais concorridas dos tucanos nesses últimos 15 anos em que o partido está fora do poder. O encontro será marcado pelos discursos ásperos contra as denúncias de corrupção no Governo do PT e com propostas e cenários para 2018.

A Convenção Nacional do PSDB reunirá dirigentes estaduais e municipais, deputados estaduais, deputados federais e senadores. Do Ceará, a caravana tucana tem o senador Tasso Jereissati, o deputado federal Raimundo Gomes de Matos, o líder da sigla na Assembleia Legislativa, Carlos Matos, e o presidente da Executiva Regional, Luiz Pontes.

‘’É um momento rico para o PSDB que saiu fortalecido das eleições de 2014 e representa hoje a melhor alternativa para a correção dos rumos econômicos do País. A convenção será realizada em clima de muita harmonia, entusiasmo e determinação a caminho de 2018’’, disse o ex-senador Luiz Pontes, ao afirmar que antes de 2018 o PSDB terá uma importante missão em 2016 nas eleições municipais para ampliar o número de vereadores e prefeitos.

Considerado candidato natural à Presidência da República, o senador Aécio Neves tem o desafio de unir o partido nos próximos dois anos e evitar defecções de nomes expressivos da sigla que, também, sonham com o Palácio do Planalto. Nessa relação, estão o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, e o senador José Serra.

Aécio, que será oficialmente reeleito para o comando da sigla, fará críticas não só a presidente Dilma Rousseff, mas também ao seu antecessor, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A aliados, Aécio disse antever uma tentativa de setores do PT de se descolarem da impopularidade da presidente e, numa vacina a isso, pretende apresentar a petista e seu antecessor como uma “cobra com várias cabeças”.

Segundo as lideranças nacionais tucanas, a ideia de Aécio é apresentar o PSDB como a sigla que está pronta para “encerrar o ciclo petista” e colocar a casa em ordem. Com isso, Aécio pretende evidenciar o espírito combativo de sua gestão à frente da legenda pregando mudanças no comportamento do PSDB nas eleições para prefeito, em 2016.

Nenhum comentário:

Postar um comentário