sexta-feira, 17 de julho de 2015

CRIADA DUAS CPI's NA CÂMARA

Eduardo Cunha manda primeiro recado ao Planalto e cria duas CPIs indigestas


Após anunciar seu rompimento pessoal com o Governo da Presidente Dilma, o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), criou hoje três novas comissões parlamentares de inquérito: a primeira delas irá investigar empréstimos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES); a segunda vai apurar supostas irregularidades nos fundos de pensão das estatais; e a terceira vai investigar crimes cibernéticos no País.

As duas primeiras CPIs não estavam nos planos do Governo, inclusive o presidente do BNDES, Luciano Coutinho, fez um périplo pelo Senado tentando impedir a criação de comissão similar, afirmando que os financiamentos feitos pela instituição seriam legais. Cunha arquivou três pedidos de instalação de comissões que estavam na frente, alegando que elas não possuíam “objeto de investigação determinado”, conforme exige o regimento interno da Câmara.

Nos bastidores aliados de Cunha, afirmam que o Planalto agora vai sentir o que significa na verdade o termo “inferno astral” e que novas ações devem ocorrer logo após o retorno do recesso branco. 

O presidente também autorizou a criação de uma quarta CPI, destinada a investigar maus tratos contra animais, mas a criação só deverá ocorrer no dia 07 de agosto. Apenas cinco CPIs podem funcionar ao mesmo tempo. Além dessas quatro, está em funcionamento a CPI da Petrobras.

Nenhum comentário:

Postar um comentário